Conheça a experiência do fotógrafo Amaury Santos com a Adora Cursos - Notícias - Adora Cursos

Em entrevista para a Adora, Amaury Santos, aluno do curso de Fotografia Religiosa, divide sua experiência com o curso e sua história com a arte de fotografar.

Ele é estudante da faculdade de fotografia e fotógrafo na cidade de Cuiabá- MT.

Qual a sua relação com a fotografia? Como começou?

Minha relação com a fotografia vem da minha família, que já na infância me incentivou a fotografar. Ainda criança ganhei uma câmera, bem simples, mas que me permitiu descobrir mais deste dom.

Comecei a fotografar tudo o que via, minha mãe até me chamava a atenção, porque o preço da revelação não era baixo na época.

Alguns anos depois, fui morar na Bolívia para fazer faculdade de Odontologia e levei a câmera comigo. Continuei registrando tudo o que via, pois diante dos meus olhos era tudo novidade- cidade, costumes, lugares diferentes.

Quando retornei para o Mato Grosso, fui morar em uma cidade no interior, e comprei uma nova câmera. Lá conheci muitas belezas naturais e assim comecei a fotografá-las.

Em seguida fiz minha primeira exposição, no salão paroquial, a qual eu mesmo custeei. Apesar de haver muitas belezas na cidade, não existia a parte cultural.

Foi a primeira mostra cultural da cidade, por isso chamou a atenção das pessoas para a fotografia e a arte de um modo geral.

Comecei a fotografar também a vida das pessoas, o dia-a-dia, pois como dentista trabalhava em uma zona rural. Com isso, fui percebendo e testemunhando o poder da fotografia, a emoção causada por ela ao registrar o cotidiano das pessoas e a relação afetiva que ela proporciona.

Como se deram os estudos e aprofundamentos na área?

Retornei para Cuiabá e iniciei alguns estudos e capacitações na área da fotografia. Recebi bastante apoio para isso, inclusive tive um professor de Odontologia que me incentivou bastante e me indicou para uma revista. Assim, os trabalhos começaram a acontecer e a serem publicados, porém o conhecimento ainda era superficial.

Criei uma comunidade nas redes sociais e o meu trabalho foi sendo desenvolvido. Com a experiência, fui entendendo que existia uma ciência no processo de fotografar, muitos detalhes a serem compreendidos e adquiridos.

Curso de Fotografia Religiosa

Um amigo me marcou no post da Adora, sobre o curso que vocês desenvolvem, de Fotografia Religiosa. Nunca havia escutado sobre e nem sabia da existência dessa área na fotografia.

O curso era em São Paulo, mas decidi ir para fazer e aprofundar meu olhar.

Com o curso, um novo universo se abriu para mim. Aprendi sobre semiótica, que foi fundamental para o meu trabalho e compreendi a importância de ter firme a mensagem que quero comunicar através da fotografia.

O curso com a Adora Comunicação foi para mim, um despertar na fotografia. Após ele, pessoas que acompanham o meu trabalho perceberam a evolução que vivi e novos trabalhos e oportunidades apareceram, inclusive na minha Paróquia.

Trabalhos

Amaury já desenvolveu trabalhos em diversos canais e áreas que envolvem a fotografia. Teve seu trabalho exposto em grandes canais de comunicação como a National Geographic e o G1 Nacional. Além de exposições fotográficas.

Sua próxima participação em uma exposição será na Exposição Cores, Mares e Estrelas guias, em Roma e em Paris.

Ficamos muito felizes em participar da caminhada do Amaury, dividindo nossos conhecimentos, trocando experiências e alimentando a paixão pela fotografia!

 

 

Deixe seu comentário

Post relacionados